Assembleia

A Assembleia Geral é o órgão deliberativo máximo do FGCoop e as associadas serão nela representadas da seguinte forma:

I - as cooperativas singulares de crédito integrantes de sistemas cooperativos organizados em dois ou três níveis, conforme o caso, serão representadas na Assembleia Geral do FGCoop por sua central ou confederação, respectivamente;

II - os bancos cooperativos serão representados na Assembleia Geral pela respectiva confederação do sistema cooperativo ao qual está vinculado;

III - as cooperativas singulares não filiadas a centrais serão representadas pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).

O exercício do direito de voto na Assembleia Geral do FGCoop constitui prerrogativa de todas as instituições associadas adimplentes, representadas na forma acima.

Os representantes legais ou procuradores com poderes específicos das associadas representantes terão direito de voto correspondente ao somatório das unidades de voto das respectivas associadas representadas.

Cada real desembolsado na última contribuição ordinária antes da respectiva Assembleia Geral, desprezados os centavos, conferirá à instituição associada uma unidade de voto.

Até 30 de abril de cada ano as instituições associadas, representadas na forma acima, devem reunir-se em Assembleia Geral Ordinária para apreciar as contas dos administradores do FGCoop, examinar, discutir e votar as demonstrações financeiras deste, à vista do relatório da auditoria independente e do parecer do Conselho Fiscal, e eleger os membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal.

A Assembleia Geral Extraordinária poderá ser convocada para deliberar sobre outros assuntos de interesse do FGCoop.